O Coveiro

“Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto” (JOÃO 12:24).

c9c56c9dea19443f7e7a81085ab8c3db

O mundo é um cemitério de ideias

Onde germina a erva da semente morta,

O advento da existência sem esperança.


Somente no pensamento a ideia vive

Onde, sublime, é irrealizável

Um grão de trigo infecundo e inútil.


Eu sou um coveiro de ideias,

O semeador da essência humana:

É na obra que a ideia morre ao realizar-se.

É a vida o fruto dessa falência.

Anúncios