Gula ou Catálogo de Sabores

gula
Gluttony (Gula) (1558) – Pieter Van Der Heyten

No Freak Show da feira moderna,

Enxovalhava-se o glutão

No catálogo de sabores.


Uma crosta de gordura

Azeitava os retratos

Das virgens jejuadoras

Oferecidas pela casa.


Insaciavelmente faminto

Lambuzava-se sobre as fotos desfocadas

Que escondiam as faces inexpressivas

De um sexo fútil.


Uma dose de Vodka, e

Uma pílula de Viagra

Disfarçavam também as verdades

E uma inconveniente

Falta de prazer.


Feita a escolha,

O prato principal descia a passarela

Numa anorexia santa.

Caso clínico:

Elevava-se o espírito

Abstendo-se do corpo.


Antropofagia às avessas:

Devorada a fêmea

Pelo glutão impotente;

Fortalecia-se a mulher

numa supremacia infinita.